FAMA
Engecom
ABIMDE

Logística de Anápolis terá hub competitivo

Muito mais que localização geográfica privilegiada, entre duas grandes capitais, no coração do Brasil, alcançando cerca de 7,5 milhões de consumidores ou 70% do PIB brasileiro em um raio de apenas 1.300 km, assim se apresenta Anápolis. Esta cidade é o eixo do maior corredor para investimentos do país, depois de São Paulo e Rio de Janeiro. A perspectiva é avançar em 2018 para a consolidação do maior Polo Logístico do Centro-Oeste – um dos mais importantes do Mersocul, através da multimodalidade (integração dos transportes rodoviário, ferroviário e aeroviário) e da sustentabilidade (custo, qualidade e tempo de viagem). Tão importante quanto esses referenciais estruturantes do complexo logístico é a necessidade de se prover sistemas e equipamentos de ponta para atender, em escala operacional, as demandas determinantes do sucesso ou fracasso do hub de Anápolis.

Com o início de operações da Ferrovia Norte-Sul integrada à Ferrovia Centro-Atlântica, Porto Seco Centro-Oeste e ao notável entroncamento das rodovias BR 153, BR 060 e BR 414, aguarda-se o advento do Aeroporto Internacional de Cargas. Gatilho para a consolidação da Plataforma Logística Multimodal e do entreposto da Zona Franca de Manaus, macroprojetos relevantes e estratégicos de um Centro de Distribuição, com largo espectro operacional sustentável, dentro e fora do Distrito Agroindustrial de Anápolis.

Na esteira da logística de Anápolis, o transporte através do modal aéreo vai gerar mais divisas por conta do perfil de cargas de alto valor agregado, enquanto o modal ferroviário fará carregamento de milhões de toneladas em uma única viagem. Ao sincronizar esses modais com sistemas operacionais inteligentes, o hub competitivo vai flexibilizar e ampliar a operação sustentável do transporte rodoviário, com vantagens extraordinárias para a economia e o meio ambiente, além de reduzir significativamente a incidência de acidentes nas estradas. Nesse cenário, nenhum outro polo logístico vai concorrer com Anápolis e seus referenciais estruturantes, diferenciais atrativos e potenciais determinantes, articulados, entre si, cada um no seu contexto, para o sucesso conjunto.

Janela para uma nova vocação econômica, o hub será a porta para uma grande arrancada de desenvolvimento. É de tal forma relevante a consolidação do Polo Logístico, que governo e empresários devem considerar o projeto prioridade absoluta para o desenvolvimento da economia regional. O estratégico e competitivo hub de Anápolis aproximará o Planalto Central, uma das regiões que mais crescem no Brasil, dos mercados nacional e internacional. Impossível vislumbrar as próximas transformações, as novas conquistas que se avolumam e ganham fronteiras internacionais. Anápolis é o momento de quem busca a oportunidade de decolar para o futuro, a bordo da logística.