Engecom
Grupo Vibracom
GENESIS OFFICE

Incremento ao turismo na rota dos Pireneus

Obra visionária para a consolidação do Anel Viário e do Pólo Logístico, do desenvolvimento sustentável de Anápolis, do incremento do turismo na rota Pirineus/Serra da Mesa e do escoamento da produção agropecuária e mineral da região de Niquelândia, o projeto de início de duplicação da BR 414, a partir do viaduto na BR 153, saída para Corumbá de Goiás, até o local onde constrói-se o novo presídio – trecho de 6,5 quilômetros – está na pauta do Governo Federal.

Com três viadutos, além de vias secundárias em conexão com os bairros adjacentes, retornos, pontos de ônibus, trevos, sinalização e iluminação em diferentes locais, o projeto prevê a construção de uma rotatória no final da duplicação, em frente ao futuro presídio.

O corredor da BR 414 representará a redenção da região nordeste da cidade e resultará em benefício para milhares de moradores de dezenas de bairros, zona suburbana, Base Aérea, Asas de Socorro, granjas, clubes, estâncias, hotéis, propriedades rurais e estabelecimentos comerciais e industriais que formam um núcleo empresarial na entrada da Anápolis. A duplicação do início da rodovia dará suporte para a ampliação do eixo monumental da Avenida Brasil de 14 para 22 quilômetros e a criação de um corredor estrutural do transporte coletivo em toda a extensão da área urbana e suburbana de Anápolis.

Cartão de visita na rota do turismo, opção de ligação com o Distrito Federal o Anel Viário de Anápolis, faz conexão com o Porto Seco Centro-Oeste e o futuro Aeroporto Internacional de Cargas.

Muito mais que um equipamento destinado à melhoria do transporte e da qualidade de vida, representará um importante passo para a consolidação do Pólo Logístico de Anápolis.

%d blogueiros gostam disto: