Engecom
LAB EVANGÉLICO
Emisa Construtora

Polo de Defesa traduz lutas e conquistas de Heróis por Anápolis

Para fazer justiça aos baluartes que transformaram suas vidas em ideário de trabalho em prol de Anápolis e da classe empresarial, desde os primórdios da ACIA, eles poderiam ser chamados, simplesmente, de heróis de uma marcante trajetória de lutas e conquistas, com episódios de pioneirismo e empreendedorismo, coragem e determinação, que traduzem a tradição de fé e otimismo de um povo que tem vocação para o desenvolvimento.

Na esteira do mercado de alto grande valor agregado e da transferência de alta tecnologia, o Polo de Defesa provocará uma transformação fulcral na economia de Anápolis. Do surgimento da olaria, na Vila Fabril (1935) à perspectiva de ingresso na era tecnológica, até o final desta década, passando pelos anos dourados do beneficiamento do arroz e do comércio atacadista (anos 1960) e pelo advento da era industrial (1976) a economia de Anápolis terá alcançado, em 85 anos de lutas e conquistas intemporais, uma (nova) dimensão de desenvolvimento. Sonhada e construída por visionários.A Acia não só testemunhou esta evolução. Fez-se grande – se não a maior – personagem desta história de heróis por Anápolis.

 Heróis visionários que se reuniram, no dia 8 de fevereiro de 1936, para a fundação de uma entidade focada em ações pelo progresso de Anápolis e direcionada a representar e defender os interesses dos comerciantes.

Heróis obstinados que apoiaram decididamente a implantação da nova Capital do Estado – Goiânia –  da Colônia Agrícola Nacional de Goiás – Ceres –  e da Rodovia Belém-Brasília.

Heróis sonhadores que participaram do ato da criação de Brasília pelo presidente JK, em Anápolis, e assumiram o desafio de sustentar a logística da construção da Capital da Esperança.

Heróis precursores do Colégio Estadual Pedro Ludovico, da Escola Normal Professor Faustino e da Faculdade de Ciências Econômicas de Anápolis, embrião da Universidade Estadual de Anápolis e do Polo Universitário.

Heróis patriotas que deram o suporte para a instalação do Núcleo de construção da Base Aérea de Anápolis, na sede da entidade, e que hoje fomentam a implantação de Polo de Defesa e do centro de compras do Ministério da Defesa.

Heróis determinados e ousados que lideraram a geração de uma nova vocação econômica para Anápolis, a partir da inauguração do Daia, maior Polo Industrial da Região Centro-Oeste, e da consolidação do segundo maior Polo Farmacêutico do Brasil.

Heróis perseverantes que priorizaram em suas pautas a duplicação da BR 60, o asfaltamento de rodovias estratégicas para o desenvolvimento regional, o advento do Anel Viário de Anápolis e do Ramal das Ferrovias Centro-Atlântica e Norte-Sul no Daia.

Heróis corajosos da trincheira de lutas pela conquista do Porto Seco Centro-Oeste, que continuam na batalha pela concretização do Polo Logístico de Anápolis.

Heróis compromissados com Anápolis que dedicaram-se e dedicam-se à atração de investimentos e à execução de melhorias para as empresas se instalarem e crescerem no município.

Heróis atuantes que reivindicam a conclusão de obras importantes como o Aeroporto Internacional de Cargas, o Centro de Convenções de Anápolis e o Anel Viário da Daia.

Heróis abnegados que edificaram a sede da entidade e que agora apresentam a maquete do novo prédio a ser construído na Avenida Brasil Sul para ampliar e otimizar o atendimento aos associados.

Heróis carismáticos, unidos pelos ideais da classe, sem se descuidarem da geração de riqueza, renda e qualidade de vida, através de um esforço comum que reflete compromisso com o desenvolvimento econômico e com o bem-estar social.

Heróis iluminados por Deus e exaltados pelo resgate da história que escreveram e escrevem seus nomes nos anais de Anápolis e da entidade, com ação e companheirismo, fé e perseverança.

No encontro de gerações da triunfante trajetória ACIA tribute-se honra e mérito aos heróis e heroínas por Anápolis, verdadeiros construtores do progresso da cidade.

Manoel Vanderic – jornalista